CNE quer reavaliação da parceria com o PNUD para a Formação.

18 de Março de 2021

O Plenário na CNE, esteve reunido na sua terceira sessão ordinária do ano dois mil e vinte um para apreciar e aprovar, uma proposta de plano de acção conjunta entre a Comissão Nacional Eleitoral e o Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, que tem como objectivo assegurar uma maior universalização da participação das pessoas portadoras de dificiência nos processos eleitorais.
No dia do acto de votação as Mesas da Assembleias de Voto são instaladas em estabelecimentos públicos, principalmente escolas, razão pela qual a Comissão Nacional Eleitoral, quer garantir que sejam criadas as condições minimas de acessíbilidade para que as pessoas portadoras de dificiência possam votar sem sobressaltos.
No encontro desta quinta feira, orientado pelo Presidente Manuel Pereira da Silva, o Plenário, fez uma apreciação preliminar do plano que será elaborado conjuntamente em a Comissão Nacional Eleitoral, o Ministério da Acção Social Familía e Promoção da Mulher e as Associações representativas das pessoas portadoras de dificiência.
O Porta-voz da CNE Lucas Quilundo, disse no final do encontro que o Plenário foi igualmente informado sobre a participação de uma delegação da Comissão Nacional Eleitoral, na reunião do Comité Executivo do Forúm das Comissões Eleitorais da SADC, que decorreu dia onze Março do ano em curso.
De realçar que o nosso órgão eleitoral é Membro do Forúm das Comissões Eleitorais da SADC, daí a sua participação neste órgão executivo eleitoral da Região da África Austral.